Criação de uma nova praceta arborizada na Rua Heróis de Quionga

Rua-Herois-de-Quionga-placa-toponimica.1916

A equipa do projecto 100 Anos 100 Árvores apresentou uma candidatura bem sucedida ao Orçamento Participativo da Junta de Freguesia de Arroios. A ideia está em votação entre 21 de Julho e 30 de Setembro. Para votar basta ir a um dos pólos da Junta de Freguesia de Arroios e – munido do BI ou CC – solicitar um boletim de voto! O nosso projecto é o nº 10:

10. Criação de uma nova praceta arborizada na Rua Heróis de Quionga 13-15

Descrição:
O projeto 100 anos 100 árvores nasceu em meados de 2014, ano do centenário do início da Grande Guerra e pretende que até 2018, ano do centenário do fim da Guerra seja desenvolvidos e executados projetos de arborização em arruamentos, assim com plantações pontuais em jardins, públicos ou privados, e em parques municipais. O projeto quer ir par além dos convencionais lugares e modos de homenagem, em vez de novas placas ou monumentos, em pedra & bronze, sem vida, propomos plantar árvores, paradigma de vida, de preferência em locais com toponímia associada à Grande Guerra.

Nesta intervenção propomos uma pequena reconfiguração de uma praceta existente na Rua Heróis de Quionga (em frente dos números 13 e 15), introduzindo três caldeiras com dimensão suficiente para receber mais do que uma árvore cada e, associados às novas caldeiras, 3 bancos de jardim. As árvores deverão ser da família dos Prunus, uma vez que pretendemos a celebração anual através da sua floração abundante.

Com esta intervenção, e a partir de simples caldeiras, proporcionamos uma área permeável de 28m2, num espaço público de 220m2 que está actualmente 100% pavimentado.

Este arruamento é o primeiro exemplo de toponímia da Grande Guerra em Lisboa – foi rebaptizado pela CML logo em 1916, ano da recuperação da região de Quionga em Moçambique.

Mais detalhes sobre o ARROIOS PARTICIPATIVO e como votar:

http://participarroios2015.pt/listas/